WhatsApp

44 9941-6046

Projeto que regulamenta os carrinhos de lanche da cidade está parado mais de três anos - Folha de Umuarama

Política

28/12/2016 às 08h06 - Atualizada em 28/12/2016 às 03h36

Projeto que regulamenta os carrinhos de lanche da cidade está parado mais de três anos

Durval Ferreira
Umuarama - PR
FONTE: Redação

Carrinho de Lanches

O poder paralelo ou medo de perder votos!

Umuarama - O prefeito Moacir Silva apresentou aos donos de carrinhos de lanche que trabalham na região central de Umuarama, na manhã de ontem, as mudanças definidas para organizar o setor e garantir que o serviço seja prestado dentro das normas da Vigilância Sanitária e do Código de Postura do município, a partir de 1º de outubro deste ano.

Esse fato aconteceu no ano de 2013.... e hoje estamos no final de 2016!



VERGONHA: Já se passaram mais de 3 anos e vereadores ainda não votaram o projeto que regulamenta os carrinhos de lanche da cidade. PL 086/2013.



Sabe qual a diferença daquele pequeno bar da vila que paga R$700 de aluguel, INSS, paga escritório e o seu dono lucra apenas R$800 por mês e aquele carrinho de lanche, instalado no centro, e que cujo dono lucra mais de R$2 mil? Bem, do primeiro pobre coitado é exigido banheiro. E por quê?




Não que seja isso o caso, mas sabemos que muitas empresas ou um grupo de empresas de um mesmo ramo se juntam e pagam políticos para aprovar leis que as beneficiam ou para retardar a aprovação de leis que de alguma forma as prejudicariam. Foi assim que a Odebrecht comprou os nossos deputados e senadores. Isso faz lembrar da falta de interesse dos nossos vereadores em aprovar esse projeto regulamentado os carrinhos de lanches. Essa demora que beira o esquecimento é algo muito estranho.




Obs. O projeto é legal e atende as necessidades e deve ser aprimorado para que tenha no mínimo dois a cada quarteirão nas principais ruas e avenidas da cidade, gerando pelo menos mil empregos diretos.

Segue a parte principal da reportagem da época publicada no maior jornal da cidade Umuarama ilustrado...

O prefeito explicou que o objetivo das mudanças - as principais são a legalização da atividade e a criação de praças de alimentação fixas, com boas condições de higiene e saúde - é melhorar as condições de trabalho para os donos de lanches, funcionários e clientes, que terão mais conforto e segurança. “Não queremos criar dificuldades, muito menos acabar com os carrinhos de lanche, como chegou a ser dito por algumas pessoas. Buscamos adequar a atividade. Hoje nem todos armazenam, manipulam e preparam alimentos em condições adequadas. Falta água corrente, banheiros e espaço, além dos riscos com as instalações elétricas e de gás”, explicou Moacir Silva.
Para ver a reportagem completa no jornal Umuarama ilustrado, clique aqui.

*Os comentários são exclusivos do jornal Folha de Umuarama. A matéria da época do Jornal Umuarama Ilustrado foi usada apenas para informar sobre a falta de interesse em aprovar o projeto.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 23 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Folha de Umuarama - Copyright 2017. Todos os direitos reservados

Portal MD Hospeda