WhatsApp

44 9941-6046

Revista Isto é entrega sem querer quem possivelmente passou o conteúdo da delação premiada de Delcídio - Folha de Umuarama

Brasil

05/03/2016 às 05h15 - Atualizada em 05/03/2016 às 05h47

Revista Isto é entrega sem querer quem possivelmente passou o conteúdo da delação premiada de Delcídio

Durval Ferreira
Umuarama - PR
FONTE: Redação

Vazamento da delação

Esta semana tivemos uma bomba na política brasileira: a suposta e ora desmentida e ora confirmada delação premiada do senador Delcídio Amaral. Brasília está pisando em ovos com as denúncias contra a presidenta Dilma e o ex-presidente Lula. O governo se defende e a oposição infla o povo para as ruas nesse dia 13. Mas o que ninguém está sabendo explicar é o por que da delação ter vazado antes da hora?


De acordo com a IstoÉ, o senador Delcídio negociou com os procuradores da Lava Jato uma cláusula de sigilo de seis meses. O objetivo dessa cláusula seria manter em segredo que teria feito uma delação enquanto ele tentava se salvar de um processo de cassação no Conselho de Ética do Senado.


Entretanto, o ministro Teori Zavascki – responsável pelas questões da Lava Jato no STF – não teria aceitado essa cláusula e, por esse motivo, o acordo não teria sido homologado ainda. A delação só terá validade, a ponto de permitir reduzir eventuais punições a Delcídio, caso seja homologada pelo ministro.


Caso o conteúdo da delação viesse a público, o senador dificilmente se salvaria da cassação. E é por esse motivo que o mesmo pediu o sigilo do conteúdo da delação premiada. Mas, com certeza, não foi exigido que o mesmo informasse o motivo da necessidade do sigilo de seis meses. Não foi exigido e nem precisava. Bastava pedir seis meses e pronto. E esse fato coloca o senador como informante da revista pois o único que deveria saber por uma questão de lógica do motivo para ter um sigilo de seis meses seria o próprio Delcídio.


Concluí-se, então que, se a istoÉ publicasse apenas que o senador Delcídio pediu uma cláusula com sigilo de seis meses, entenderíamos que qualquer um envolvido na delação poderia ser o informante da revista. Entretanto, ao indicar o motivo, que em hipótese alguma seria redigido como cláusula, entendemos que somente o senador saberia informar.


Alguém aí liga para o ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava-Jato  no Supremo Tribunal Federal (STF), que investiga o vazamento da delação premiada firmada pelo senador Delcídio Amaral  (PT-MS), e manda ler essa matéria. Com certeza, o ministro vai concordar com nosso ponto de vista e achar o informante da revista.


Respondendo a pergunta do primeiro parágrafo: acreditamos que, ainda que as denúncias sejam verdadeiras e devidamente comprovadas, o real motivo para o vazamento é inflar as manifestações pró-Impeachment que já estavam marcadas para o dia 13.


E se formos ver o histórico do senador Delcídio Amaral veremos que ele era filiado ao PSDB antes de se filiar no Partido dos Trabalhadores. Por ele ser filiado ao PSDB antes, e portanto, defensor do PSDB e contra o PT, jamais teve a confiança tanto de Lula quanto de Dilma. Essa falta de confiança comprova que tanto Dilma quanto Lula não falariam ao mesmo coisas que os envolvesse.


Mas como em política tudo pode acontecer, o povo não vai se surpreender se Delcídio Amaral voltar ao PSDB. E isso é o que faz um povo ser burro. Afinal, enquanto os Estados Unidos tem três ou quatro partidos, o Brasil tem quase cem. Aqui se culpa o partido e não os políticos. Assim, Delcídio volta a virar santo quando retornar ao PSDB.




Fontes de base do segundo e terceiro parágrafos: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/03/160303_perguntas_delacao_delcidio_if

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 394 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Folha de Umuarama - Copyright 2017. Todos os direitos reservados

Portal MD Hospeda